Como organizar bolsas e acessórios

As bolsas e os acessórios costumam ser um problema na hora da organização. Primeiro porque normalmente temos muitos ítens e não usamos quase nenhum, por vários motivos: normalmente é porque não vemos o que realmente temos ou as coisas ficam mal guardadas durante tanto tempo que acabam estragando.

O primeiro passo é fazer uma limpa e deixar apenas o que você realmente utiliza e tem espaço para guardar. Quando eu digo “tem espaço para guardar”é porque você deve guardar sua bolsas e acessórios de forma que consiga acessar e ver todos facilmente. O que não é visto não é lembrado, então…

Olha que idéias incríveis de móveis feitos para bolsas e acessórios:

bolsas e acessórios

bolsa 3

bolsas 2

bolsas 4

Organizando para não acumular revistas

Pois é, quem não gosta de uma revistinha né? Eu particularmente A-D-O-R-O! Tenho assinaturas de umas 4, até porque faz parte do meu trabalho ser informada sobre decoração, organização e outros assuntos tão úteis no nosso dia-a-dia. Sei que hoje em dia com toda a tecnologia que temos, muitos não leêm mais a revista de papel e sim no tablet, mas ainda existem muitos como eu, que adoram o papel da revista ou a revista de papel (rsrs).

Em algumas casas que vou vejo que o dilema é sempre o mesmo: a pessoa tem assinatura ou compra as revistas, adora uma meia dúzia de reportagens e quer guardar aquelas revistas por isso. Se guarda, fica com aquela pilha de revistas que não sabe onde colocar. Se joga fora, no futuro se arrepende pois queria uma reportagem importante, uma ideia ou uma dica que saiu na revista e não tem mais.

Aqui em casa eu acabei com essa bagunça fazendo um caderno onde eu junto TUDO de interessante que vejo em revistas, só depois que passo tudo pro caderno é que eu as jogo fora. Eu faço assim: recorto uma foto ou a reportagem que acho legal, colo no caderno e faço um comentário ao lado dizendo para que ambiente pensei em usar aquilo, ou qual era o meu objetivo em recortar aquela página.

Coloquei umas fotos do meu caderninho de Decoração (idéias para casa) aqui pra vocês verem e se inspirarem!!

IMG_2351 

Você pode fazer um caderno com cada tema, por exemplo: um caderno onde coloca ideias de decoração para a sua casa e um outro caderno com viagens que gostaria de fazer e dicas que encontrou nas revistas. Enfim, alguns cadernos serão melhores do que milhares de revistas pela sua casa!

Um outra coisa boa do caderno é que, eu que acredito naquele lema do “Segredo”, gosto de ter as coisas que eu desejo em um lugar que eu possa ficar olhando sempre e ir riscando do caderno toda vez que uma delas se concretiza. É a melhor sensação do mundo, riscar do caderninho o seu desejo alcançado!

Mais uma dica é ter isso tudo organizado de forma digital. Você pode usar o Pinterest ou até mesmo salvar as fotos preferidas em uma pasta no seu computador. #ficaadica

Bastam 66 dias para mudar um hábito

Eu leio muito sobre esse assunto, afinal, tem tudo à ver com organização! Mudança de hábitos é a primeira coisa que tentamos explicar pro cliente ou pra um aluno quando se trata de reorganizar a vida e a casa. 

Achei esse post na internet e resolvi compartilhar com vocês pois ele resume bem o que você deve fazer para adquirir novos hábitos e persistir no que você escolheu… Aliás, gostei tanto dessa matéria que vou ME colocar como cobaia. Vou escolher um novo hábito e persistir por 66 dias. vamos ver no que dá…

Boa leitura! Ah, e bons novos hábitos! 

Reportagem do brasil.elpais.com

Mudar alguns hábitos está ao alcance de todos. Para isso, são necessários dois ingredientes importantes: escolher uma mudança que seja coerente com sua escala de valores e treinar até que se torne um hábito. Pouco além disso.

Nada é “obrigatoriamente” para sempre, sequer o que se escolheu como hobby, profissão ou local de residência. A ideia de que podemos ser quem desejamos, praticar novos esportes, aprender outras culturas, experimentar todas as gastronomias, ter outros círculos de amigos… transforma uma vida parada em outra, rica em oportunidades e variedade.

O cérebro é plástico. As pessoas evoluem, desejamos mudar, crescer interiormente, e estamos capacitados para isso. Ficaram para trás as teorias sobre a morte dos neurônios e os processos cognitivos degenerativos. Hoje sabemos que os neurônios geram novas conexões que permitem aprender até o dia em que morremos. A plasticidade cerebral demonstrou que o cérebro é uma esponja, moldável, e que continuamente vamos reconfigurando nosso mapa cerebral. Foi o que disse William James, um dos pais da psicologia, em 1890, e todos os neuropsicólogos hoje em dia confirmam as mesmas teorias.

O próprio interesse por querer mudar de hábitos, a atitude e a motivação, assim como sair da zona de conforto, convidam o cérebro a uma reorganização constante. Esse processo está presente nas pessoas desde o nascimento até a morte.

Nesta sociedade impaciente, baseada na cultura do “quero tudo já e sem esforço”, mudar de hábitos se tornou um suplício. Não porque seja difícil, mas porque não abrimos espaço suficiente para que se torne um hábito. Não lhe passou pela cabeça alguma vez que, ao começar uma dieta, as primeiras semanas são mais difíceis de do que quando já está praticando há algum tempo? É resultado desse processo. No início seu cérebro lembra o que já está automatizado, o hábito de beliscar, comer doce ou não praticar exercício, até que se “educa” e acaba adquirindo as novas regras e formas de se comportar em relação à comida.lanches

A neurogênese é o processo pelo qual novos neurônios são gerados. Uma das atividades que retardam o envelhecimento do cérebro é a atividade física. Sim, não só se deve praticar exercícios pelos benefícios emocionais, como o bem-estar e a redução da ansiedade, ou para ficar mais atraente e forte, mas porque seu cérebro se manterá jovem por mais tempo. Um estudo do doutor Kwok Fai-so, da Universidade de Hong Kong, correlacionou a corrida com a neurogênese. O exercício ajuda a divisão das células-tronco, que são as que permitem o surgimento de novas células nervosas.

Existem outras práticas, como a meditação, o tipo de alimentação e a atividade sexual que também favorecem a criação de novas células nervosas.

Uma vez que a reorganização cerebral é estimulada ao longo de toda a vida, não há uma única etapa em que não possamos aprender algo novo. A idade de aposentadoria não determina uma queda, nem completar 40 ou 50 anos deveria ser deprimente. Todos que tiverem interesse e atitude em relação a algo estão em boa hora, poderão aprender, treinar e tornar-se especialistas independentemente da idade. Se você é dessas pessoas que se dedicaram durante a vida a uma profissão com a qual viveram relativamente bem, mas ficaram com o desejo de estudar Antropologia, História, Exatas, Artes Plásticas ou o que for, pode começar agora. Não há limite de idade nem de tempo para o saber.

Não deixe que sua idade o limite quando seu cérebro está preparado para tudo. A mente se renova constantemente graças à plasticidade neuronal.

Até há pouco tempo pensava-se que modificar e automatizar um hábito exigia 21 dias. Otimismo demais! Um estudo recente de Jane Wardle, do University College de Londres, publicado no European Journal of Social Psychology, afirma que para transformar um novo objetivo ou atividade em algo automático, de tal forma que não tenhamos de ter força de vontade, precisamos de 66 dias.

Sinceramente, tanto faz se forem 21 ou 66! O interessante é que somos capazes de aprender, treinar e modificar o que desejarmos. O número de dias é relativo. Depende de fatores como insistência, perseverança, habilidades, das variáveis psicológicas da personalidade e do interesse. A mudança está em torno de dois meses e pouco. O que são dois meses no ciclo de nossa vida? Nada. Esse tempo é necessário para sermos capazes de fazer a mudança que desejamos. E isso nos torna livres e poderosos.

mulher correndo

Bom, vamos à uma lista de 10 passos à seguir:

1. Eleja seu propósito e o transforme em seu projeto. É certo que, se fizer uma lista, se dará conta de que tem muitas inquietações. Mas não podemos mudar ou tentar fazer tudo de uma vez. Esqueça seu cérebro multitarefa e não queira modificar tudo em um instante. Quando conseguir automatizar o primeiro, passe ao segundo.

2. Reflita sobre sua meta. Se responder às seguintes perguntas em relação a seu objetivo, seu compromisso com ele aumentará: O que quero? Por quê? Para quê? Com quê? O “com que” refere-se aos seus pontos fortes, valores e atitudes para consegui-lo. Quando enfrentar algo novo, e tendo em vista que isso implica em sair da zona de conforto, é recomendável ter a segurança e a confiança de que está preparado, que tem capacidade e que irá conseguir. Mesmo que seja difícil.

3. Faça com que ele caiba no seu dia-a-dia. Não importa o que deseja iniciar, é preciso tempo. Se não abrir um espaço em sua agenda e o transformar em rotina, o normal é que termine postergando o que agora não faz parte de sua vida.

4. Ressalte seu objetivo. Tudo aquilo que não faz parte de nossa ordem habitual é fácil de ser esquecido. Se tem uma agenda, marque com caneta marca-texto. Se utiliza o alerta do celular, crie um diário com o novo objetivo. Não abuse de sua memória e do “deveria ter me lembrado”.

5. Cerque-se de todo o necessário, assim não terá desculpas para não começar. Por exemplo, se está de dieta, compre os alimentos do regime; se começou a praticar esportes, busque a roupa que irá usar, ou se começou a tirar fotos, prepare o material.

6. Comece hoje. Não existe nenhum estudo com rigor científico que relacione a segunda-feira ou o primeiro dia de janeiro exclusivamente com o começo de um novo hábito. A terça-feira e a quinta são dias tão bons como qualquer outro. Deixar tudo para a segunda é outra maneira de postergar e deixar que a preguiça vença sua força de vontade. O melhor dia para começar algo é hoje.

7. Emocione-se. As emoções avivam a lembrança, produzem bem-estar, e estar apaixonado pelo que se faz fideliza o hábito. Busque como se sente, o que irá conseguir, como irá melhorar sua vida pessoal e profissional. Aproveite e esteja presente.

8. Não escute a voz interior que lhe diz que está cansado, qual o sentido disso e que a vida é muito curta para não ser aproveitada. Nosso cérebro está muito treinado para criar desculpas e continuar na zona de conforto. Essa voz interior é muito forte e pode ser muito convincente.

9. Seja disciplinado. Leve seu hábito a sério. E levá-lo a sério não significa se tornar sério, mas que seja uma prioridade, algo para dedicar seu valioso tempo. E que tenha um lugar especial em sua agenda.

10. Transforme seu novo hábito em sua filosofia de vida. Isso lhe dará outra dimensão e calma. Não se trata de aprender algo agora, mas aproveitar e saber que tem toda a vida para praticá-lo. Se, por exemplo, decidiu começar com a atividade física, não se sinta mal se pular um dia. Tem amanhã, o dia depois dele e toda a vida para fazê-lo. Não se trata de sentir-se culpado. Essa emoção não agrega nada. Só é preciso ser disciplinado e ter seriedade. Se for realmente algo importante, amanhã voltará a fazê-lo. Não é tudo ou nada. É incorporar algo bom para cada um e encaixá-lo na vida para aproveitar, não para que seja mais um sofrimento no caso de não poder realizá-lo um dia.

 

Dica de “papa bolinhas” caseiro

Hoje passei aqui para dar uma dica rápida e eficiente. Esses dias, nas minhas pesquisas diárias, encontrei no site Belezacomprada uma dica super interessante: usar uma espoja (com a parte mais áspera) para retirar bolinhas e pêlos das roupas.

Olha a imagem abaixo (que é do site inclusive):

papa bolinhas

Testa aí e diz pra gente…

Cores que fazem diferença na harmonia da casa

Mudar a cor das paredes é essencial para trazer novos ares para a casa. O difícil é escolher a melhor combinação de tons. Muitas vezes, por conta de falta de espaço, decorar salas pequenas requer alguns cuidados que podem fazer toda diferença. O importante sempre é saber as cores quentes e frias para se adequar ao apartamento.

Para deixar sua sala de estar mais aconchegante e divertida, aposte em cores vibrantes e cores claras, mesclando-as para obter um resultado mais surpreendente. O importante sempre é adotar uma tendência para se divertir em seu próprio espaço. Reformular os ambientes com peças antigas também é uma ótima opção.

Violeta

Esta cor é capaz de transformar um ambiente, deixando- o mais delicado e envolvente. A violeta pode ser encontrada em várias tonalidades e seu papel vai além da decoração. Ela ajuda a despertar sensações e é bastante utilizada em quartos. É considera uma solução perfeita para recriar espaços por ser elegante e moderna. 

violeta

Tome cuidado para não usar demasiadamente esta cor, pois pode afetar a percepção de quem vive na casa e pode ser levada para o lado mais sombrio.

Laranja

O laranja é uma cor quente e quando usada em ambientes sem muita iluminação natural causa um efeito mais denso e mais aconchegante.Ela é ideal para usar em salas de estar, quartos e salas de tv.

laranjaAlguns apartamentos compactos, cada vez mais comuns em bairros de São Paulo como Jardins e Pinheiros, se adequam perfeitamente por ter espaços mais pequenos e aconchegantes. Ela também pode ser utilizada com outras cores quentes, para uma decoração mais despojada.

Rosa

Ideal para quartos de crianças e meninas, o rosa se destaca por ser uma cor romântica e harmoniosa, muitas vezes leve, contanto que não seja usada em excesso. Caso você esteja a procura de um ambiente mais romântico e sutil, pode apostar nesta cor.

quarto-de-menina-rosa-e-azul

 

Para um espaço mais intenso, aposte no quartzo rosa. Esta pedra pode ser colocada ao lado da cama, ou onde achar melhor. Além de ser harmoniosa, ter uma pedra com um belo visual no quarto só fará a decoração se destacar mais.

Por fim, use cores que combinam com sua casa, com sua personalidade. Aposte em mudanças na decoração, mude os móveis de lugar de vez em quando e mude as cores dos ambientes sempre que sentir vontade, afinal de contas quanto mais harmônico o lugar, mais agradável o espaço ficará.

Consuma menos, reuse e recicle mais!

Cada pessoa produz, em média, 1,5kg de lixo por dia. Assim pode até não parecer muito, mas multiplique isso por uma família de quatro pessoas e no decorrer de um ano a soma chega a impressionantes duas toneladas de lixo! 

Agora imagine o problema que isso representa para o meio ambiente em um planeta com mais de sete bilhões de habitantes. Preocupante, né? Por isso a importância de cada um fazer a sua parte, evitando o consumo desnecessário, reaproveitando o máximo que der e reciclando tudo o que for possível. 

Ser sustentável é uma questão de hábito. Ou melhor, de mudança de hábito. Que tal então aproveitar para rever alguns costumes que você e a sua família adotam no dia a dia para reduzir a sua pegada ecológica? Pequenas ações fazem toda a diferença, e são muito simples de fazer quando você conhece o jeito certo, assim como trocar o pneu do carro ou como passar roupa

Confira três formas simples de ajudar o planeta:

1) Reduza

O primeiro passo para ter uma atitude sustentável é reduzir o consumo. Mas isso não quer dizer que você não possa mais fazer compras. E sim que você deve se perguntar se aquele item é realmente necessário. Muitas vezes acabamos adquirindo coisas por impulso – que o diga aquela blusinha que você comprou na promoção e agora está guardada num canto do armário sem nunca ter sido usada.

ecobag

Outras vezes nem mesmo percebemos que estamos consumindo, sabia? As sacolinhas de supermercado são um bom exemplo disso. Não tem porquê usar aquele monte de sacolas plásticas para carregar as suas compras toda vez que você vai ao mercado, não é? Basta levar uma eco bag de casa para guardar as compras. Além de ecológicas, elas também são lindas!

2) Reuse

Outra forma de evitar a geração de lixo é reutilizando para outros fins objetos ou peças que não servem mais. Aquela última xícara do seu jogo de chá pode, por exemplo, virar um vaso de flores ou um pote para vela caseira. Que tal usar a sua imaginação?

vasos-flores16

Até mesmo as suas roupas podem ganhar um novo uso. Sabe aquele seu casaco cor de gelo que manchou com vinho tinto ou molho de tomate, e mesmo depois que você tentou as dicas de como tirar mancha de roupa branca ainda não foi possível remover toda a mancha? Você pode mandar tingi-lo de azul marinho ou preto, assim ele ganha uma nova vida útil. Ponto para você e para o meio ambiente!

3) Recicle

E para os casos em que não é nem possível reduzir ou reutilizar, a melhor solução é a reciclagem. Se você ainda não separa o lixo entre reciclável e orgânico na sua casa, esta é uma boa hora para começar! E todos podem participar.

Uma boa maneira de fazer isso é colocando à disposição lixeiras específicas para cada tipo de resíduo, como papel, plástico, vidro e metal. E nada de jogar embalagens sujas nelas. Não custa nada fazer um pequeno esforço, não é?

lixeira-de-coleta-seletiva-plastico-4-tampas-13799-MLB199859098_2530-O

E você, acredita que é possível ajudar o planeta se cada um fizer a sua parte? Quais atitudes sustentáveis você e a sua família adotam no dia a dia? Compartilhe as suas dicas nos comentários!

Como passar roupas – dicas práticas!

Gente, como é difícil passar roupa né? Não sei se é porque não é uma coisa que eu adore fazer, mas eu acho que demora, é chato e nunca fica perfeito como eu quero.

Buscando algumas dicas esse dias, achei esse post no site da Omo e achei as dicas super interessantes, espia só:

1. Para ficarem bem lavadas, as roupas precisam de espaço para se moverem dentro da máquina de lavar. Quanto mais compactadas durante o processo de lavagem, mais chance que as suas roupas sairão da máquina amassadas e com vincos. Por isso, coloque sempre a quantidade de roupas indicada pela sua máquina de lavar;

2. Use um bom amaciante na hora de lavar as suas roupas: ele deixa as peças com uma menor tendência a formar rugas e vincos, facilitando na hora da passagem;

3. Separe as roupas de tecido pesado das roupas de tecido mais leve. Durante a lavagem, as peças de tecido pesado como o jeans, pressionam as peças de tecido mais leve como a viscose, o algodão ou a seda, causando o amassado. Por isso, evite lavar blusas finas com calças ou macacões jeans.

4. Sempre que possível, pendure para secar as roupas recém lavadas imediatamente. Antes de pendurar, sacuda as roupas levemente para eliminar o excesso de água e alisar o amassado.

5. Se você tiver espaço, uma ótima maneira de evitar que as suas roupas deformem durante a secagem é colocar camisetas e camisas em cabides. Assim, além de secar mais rápido, as roupas secam com menos marcas e vincos.

6. Ao recolher as roupas do varal, escolha quais peças realmente precisam ser passadas. Algumas roupas não precisam ser alisadas com o ferro de passar, a não ser que você seja extremamente exigente. Por exemplo, calcinhas, cuecas, meias, toalhas de mesa, fronhas ou lençóis não precisam ser passados. Separe e dobre as roupas que já podem ser guardadas, assim será mais fácil de se organizar na hora de passar.

Primary Colored T-Shirts on a clothesline

7. Se possível, tire as roupas do varal ainda ligeiramente úmidas. Roupas secas são muito mais difíceis de passar.

8. Se não tiver outra alternativa e as roupas já estiverem secas na hora de passar, use o spray de água do ferro ou um spray aromatizante para umedecer os tecidos. Outra alternativa é usar um borrifador com água e um pouco de amaciante de roupas – para deixar o momento menos trabalhoso, use o facilitador de passar Pass Comfort.

Dica pro dia dos pais –> Relógio Oversized de presente

Dia dos Pais chegando e eu já separei o presentão do meu pai. Ele vai ganhar um Relógio Oversized Wall Street e, claro, um organizador de relógios, que eu não sou boba nem nada.

Esse é meu papai:

papai

 

E agora ele vai ficar bem gatão com o relógio que vai ganhar, olha a foto:

IMG_1346

 

Para organizar os relógios que ele já tem e ainda completar, em breve, sua coleção, vou dar de presente junto um organizador de relógios. Essa é a melhor maneira de guardar os relógios, porque assim eles não arranham (já que tem casinhas separadas pra cada um) e como a parte de cima é de vidro você vê tudo que tem.

Boa parte do meu dom de organizar veio da parte “di papai”, então não posso dar o presente incompleto. 

563201-MLB20294079346_052015-N

Acho que ele vai amar!! 

Casa limpa e organizada pra quem mora sozinho…

Viver sozinho na sua própria casa é uma missão difícil, principalmente se você é uma pessoa bastante ocupada e que possui muitos compromissos durante o dia. Diante dessa situação, imagine ainda dar conta das tarefas domésticas? Talvez por falta de tempo, talvez por preguiça ou por muitas outras razões, muitas pessoas deixam a organização e limpeza de casa de lado, não é mesmo?

Mas hoje eu trouxe algumas dicas práticas e simples que irão reverter essa situação.

Primeiramente, para colocar e manter tudo em ordem, você precisa se planejar. Em seguida, reserve um tempo para fazer a faxina e coloque a mão na massa. Você pode optar por duas maneiras: separar 30 minutos diários para as atividades ou um/dois dias da semana (dependendo do tamanho da casa).

 

ganhe-tempo-na-faxina-2

Em segundo lugar, determine o que será limpo primeiro e o que virá depois, sempre os intercalando durante os dias de faxina.

Veja algumas dicas para deixar seu apartamento/casa sempre limpo e organizado:

Além das dicas acima, algumas atitudes pequenas do dia-a-dia podem fazer a diferença.

 

Confira:

• Determine um horário para iniciar e terminar a faxina;

• Faça aos poucos, mas com frequência;

• Comece o trabalho pelo local mais sujo;

• Limpe o que está realmente sujo;

• Retire o lixo dos banheiros todos os dias;

• Ao levantar, arrume sua cama, pois isso mantém o quarto arrumado e gera a energia ideal para você despertar e começar o dia;

• Limpe a geladeira sempre que ela estiver vazia;

• Compre um cesto de roupa suja e use-o;

• Coloque um aromatizador para deixar aquele cheirinho bom.

faxina-geral-casa-carnaval-cerbras-5

E aí, pronto para colocar as dicas em prática?

5 dicas pra limpar a casa de forma sustentável

Muito se fala em sustentabilidade hoje: empresas mais sustentáveis, processos mais sustentáveis…e na nossa casa? Você já pensou que a forma como você limpa sua casa pode ser mais econômica e sustentável?

Ter uma atitude sustentável inclui repensar tarefas domésticas como lavar roupas, cuidar da louça e limpar a casa, ou mesmo como tirar mancha de roupa branca, já que elas consumem recursos preciosos como água e luz, além de gerarem resíduos para o meio ambiente. 

Rever a forma de fazer a faxina pode até parecer um pequeno gesto, mas isso faz toda a diferença no final das contas – especialmente se todos contribuírem. Confira a seguir cinco dicas simples de como fazer a faxina da casa de forma ecologicamente correta e faça a sua parte:

  1. Lave a louça com uma bacia com água e sabão

Usar uma bacia com água e sabão para lavar a louça suja, abrindo a torneira só para enxaguar, é uma prática muito mais sustentável do que lavar louça do modo tradicional, sem falar que representa uma grande economia na conta de água. Que tal experimentar?

Deixe os pratos, copos e talheres alguns instantes de molho na bacia antes de passara esponja, pois isso ajuda a soltar a sujeira da louça, facilitando a tarefa. E finalize enxaguando em água corrente. 

Ah, e uma dica. Se houver uma pia com duas cubas na sua cozinha, você pode fechar o ralo de uma delas e usar a própria cuba da pia no lugar da bacia, utilizando a outra para enxaguar a louça em seguida.

lavar-a-louca

       2. Utilize a lavadora na capacidade máxima

Combata o desperdício também tirando o maior proveito possível da sua lavadora de roupas. Use o equipamento sempre em sua capacidade máxima (na dúvida é só consultar o manual ou o site do fabricante) e escolha o ciclo de lavagem mais adequado ao nível de sujeira e tecidos das roupas.

Também ajuda deixar as roupas de molho, já que isso auxilia a remover a sujeira e tornam tarefas como tirar mancha de roupa branca mais fáceis. E não tem porque desperdiçar a água da lavagem das roupas, não é mesmo? Você pode aproveitar a água com sabão que iria para o ralo para limpar calçadas ou lavar o carro. 

maquina de lavar

         3. Opte por secar as roupas no varal

Limite o uso de secadoras de roupa elétricas somente para quando for estritamente necessário como, por exemplo, se você precisar secar alguma peça em pouco tempo. 

Nos outros casos, o sol e o vento podem muito bem se encarregar da tarefa.

Além de representar uma boa economia na conta de luz no fim do mês, colocar as roupas para secar ao sol ajuda a clarear peças brancas, sabia? E com isso você ainda diminui a necessidade do uso de alvejantes ou produtos à base de cloro. 

Mas varais fixos em áreas cobertas e varais de chão dobráveis também são uma excelente alternativa às secadoras de roupas em dias de chuva ou durante o inverno. Suas roupas e o meio ambiente agradecem!

          4. Passe as roupas todas de uma vez só 

Ferros de passar são um dos eletrodomésticos que mais gastam energia. Portanto, procure juntar bastante roupa e passe todas de uma vez só. Isso porque a maior parte da eletricidade que eles consomem é na hora de ligar, na hora de esquentar o ferro.

         5. Prefira produtos de limpeza concentrados

Produtos de limpeza concentrados são uma maneira pra lá de inteligente de poupar recursos naturais, já que eles utilizam menos água na sua fabricação e pedem embalagens menores – o que na prática significa menos resíduos, um menor gasto de energia na sua fabricação e também economia de combustível no seu transporte.

Você acha que pequenas atitudes sustentáveis como essas podem ajudar o planeta? Compartilhe a sua opinião nos comentários.

produtos limpeza

Dica e vídeo –> Como dobrar meias

Postamos hoje lá no Seja Personal Organizer 2 vídeos que fizemos com formas diferentes de dobrar e organizar meias sem estragar o elástico (sabe? aquele que normalmente vira algo inutilizável?).

Dá uma olhadinha nos nossos vídeos no Youtube:

Produtividade e Organização nas empresas tem tudo à ver!

Ultimamente tem se falado muito em como a produtividade e a organização tem tudo à ver. Essa dupla, quando bem exercida, pode mudar a sua vida inteira pra melhor. Fazer você render mais, fazer com que você tenha tempo pra coisas realmente importantes e que valem cada centavo e minuto de nossa vida, e aí cada um tem os seus: família, filhos, pais, descanso, férias, etc…

Até aí tudo bem! Cada dia mais vejo as pessoas se interessando pelo assunto, indo em busca do melhor de si, da alta perfomance e da auto performance, e indo em busca principalmente de como colocar isso em prática nesse nosso mundo tão maluco e acelerado. Ok, e o que as empresas tem à ver com isso?

Vou explicar…

O que me causa estranheza é que a empresas (que provavelmente dão empregos pra maioria dessas pessoas, interessadas em melhorar por si só) não vêem isso. Elas dizem em seus processos seletivos que procuram pessoas assim: que tenham foco e produtividade mas, por outro lado, não vemos muitas empresas investindo nisso para que seus funcionários entendam o quanto isso é importante para as suas vidas, para o seu trabalho e até para a sua família.

Cada vez mais, nós Personal Organizers, somos chamadas por empresas que querem entender melhor como a organização e a produtividade podem melhorar a empresa como um todo. Na maioria das vezes, vemos que esses planos relacionados à “organização” são deixados em segundo plano, afinal são metas para bater, conferências e planilhas para apresentar, resultados e mais resultados…enfim, um dia-a-dia muito corrido. E não estou falando isso da boca pra fora não, porque já estive do outro lado, trabalhando em empresas grandes, com demandas infinitas e também nessa parte de recrutamento. 

reuniao chata

O que as empresas ainda não entenderam (pelo menos a maioria) é que na verdade a organização deveria vir em primeiro plano. O que mais vemos é: empresas que implementam algum tipo de organização crescendo e empresas que não ligam pra isso, estagnam. Elas estão preocupadas com o produto que vendem e não com as pessoas que o vendem, e aí é que está o erro.

Quando uma empresa implementa a organização de uma maneira leve na empresa, as pessoas entendem como ser mais produtivas e menos ocupadas. Breve resumo: hoje em dia ser “ocupado”é glamuroso. Dizer que fica até tarde no trabalho, que trabalha demais e etc…é lindo, faz as pessoas acharem que você é demais. Não tem nada demais nisso! A graça está justamente no oposto, está em você ser produtivo ao ponto de fazer todas as tarefas que devem ser cumpridas dentro do seu horário de trabalho. Salvo raríssimas exceções.

Na antiga empresa onde eu trabalhava tinha uma gerente que as 18h estava com sua bolsa em mãos dando tchau pra todo mundo. O setor dela batia meta todo mês e eu nunca a vi no Facebook em horário de trabalho. Ela sempre dizia: “Quem fica depois do horário é porque é incompetente. Seu trabalho deve ser feito de 9h as 18h.”. Hoje, vejo que ela tem toda razão.

Não me levem à mal, mas se você analisar FRIAMENTE vai ver que usamos muito mal o nosso tempo. E as empresas, aquelas que querem os funcionários perfeitos e seguidores (tipo funcionário Apple) deveriam ser as primeiras à ver isso.

Sabe o que acontece quando elas não vêem? Alguns funcionários, que poderiam ser brilhantes naquela empresa, simplesmente se sentem desvalorizados e começam a buscar por si só a alta performance. Buscam tanto a alta performance que em sua maioria, largam esses empregos, pois vêem que podem muito mais!!

Abram o olho empresas…

trabalho feliz

 

Texto interessante para ler sobre o assunto: http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/foco-e-produtividade/88468/

Aliás, em breve, vou falar sobre trabalhar com o que se ama…

À favor da Procrastinação…Calma, não é isso que você está pensando!

Calma gente, eu não estou maluca!
Falamos bastante sobre procrastinação por aqui, afinal ela esta diretamente relacionada à organização.

Procrastinação: é sempre bom esclarecer o que é –> Quando começamos a “deixar pra depois o que podia ser feito hoje”. Aí as coisas vão se acumulando e virando uma bola de neve.
Até para  “deixar pra depois” você precisa estar organizado e definir suas prioridades. Assim, consegue saber exatamente O QUE pode deixar pra depois e se vale à pena, qual o preço que pagará por isso.

Quem lembra da famosa frase de Scarlet Ohara no filme “E o vento levou”?  Onde ela é ofendida pelo namorado que termina com ela e, após chorar durante alguns minutos, ela diz: “Agora estou cansada, amanhã eu penso nisso”.

scarlet

 

Então, a procrastinação, quando repetitiva e quando afeta a sua vida, acaba até sendo chamada de Síndrome de Scarlet Ohara, pois a pessoa vai se acostumando a deixar tudo pra depois e não enfrentar o problema. Entendo, respeito e concordo em todos os sentidos com os estudos médicos que falam sobre isso além de achar, como organizadora profissional e pesquisadora desses assuntos que uma coisa está completamente relacionada à outra. 

Porém, queria falar hoje justamente sobre o oposto à isso.

Que nós temos que ter controle sobre a nossa vida, já sabemos, mas muitas vezes precisamos ter controle sobre as nossas emoções, e isso é muito, muito difícil, principalmente para algumas pessoas mais emotivas ou sensitivas (falo isso por experiência própria, ok?!).

Existe uma outra frase famosa, também do filme MIB 3 (já viu que adoro uma frase de filme ne?) em que, o mundo está sendo dominado pelos extra-terrestres e eles estão estragando toda a cidade. Logo, os homens de preto precisam agir rápido e pensar em como acabar com aquilo. Nesse momento, o agente mais novo (o gato Will Smith), muito assustado, pergunta pro mais velho: “e agora, o que vamos fazer???”. E o mais velho, sabiamente, responde: “Preciso de um pedaço de torta.” 
O mais novo fica indignado porque o mundo esta acabando e o cara só esta pensando na torta mais gostosa da cidade que ele queria comer agora. Aí vem a explicação do agente mais velho:
“Em certos momentos de caos, eu apenas preciso comer uma torta” (Logo depois ele tem uma brilhante ideia que salva o mundo). 

pie

Resumindo:
Você já se viu naquela situação em que TUDO parecia estar dando errado? Aquele dia em que nada acontece, tudo cai, você esta atrapalhada ou ate mesmo se encontra em uma situação que não acaba e você só pensa: meu Deus, porque eu? eu não acredito que isso esta acontecendo! Eu quero ir embora daqui…

Bom, como eu acredito MUITO no pensamento positivo e na força da atração do universo, sempre tento manter o controle e pensar positivamente. Pensar que poderia ser pior e que logo logo isso vai acabar. Que TUDO tem solução, menos a morte. Que, como diz meu marido: Pelo menos estamos vivos pra começar tudo outra vez. 

Nem sempre só o pensamento positivo dá certo. A solução não vem, a cabeça não funciona e até sua vibração positiva é afetada. Nessas horas eu sou à favor da procrastinação. Que ironia né? Uma Personal Organizer falando isso…mas eu vou explicar:
Existem momentos na vida em que tudo que você precisa, no meio do caos, é “zerar o HD” da mente e deixar pra pensar na solução com a cabeça fria.
Cada um funciona de um jeito, como pudemos ver com a comparação dos dois filmes: tem gente que simplesmente precisa dormir, esquecer tudo e lembrar que amanhã é um novo dia. Nesse novo dia você deve pensar: pronto, mais uma chance de fazer tudo novamente. E tem gente que precisa apenas fugir um pouquinho da realidade, “comendo uma torta”. A pessoa pára, se concentra pra comer uma deliciosa torta e de repente, vem a idéia.

Isso não é vangloriar o problema ou entrar de cabeça à ponto de não saber sair dele, caindo talvez ate em uma depressão. É apenas um “break” para que soluções e dias melhores venham em seguida.

Olha, eu já testei os dois e sinceramente dão muito certo pra mim. Sugiro que você tente um deles, ou até se tiver outro gatilho desses que divida conosco.

Vamos sempre em frente, dominando o mundo com a nossa força interior (que às vezes só quer uma pausa). Eu sou à favor disso, que não deve ser considerada procrastinação e sim sobrevivência.

Diga não à procrastinação, mas use as frases dos famosos:
- Estou cansada agora, amanhã eu penso nisso. (E o vento levou… )
- Para resolver um problema, preciso apenas de um pedaço de torta. (MIB 3)

Nao-demoro

2ª Conferência de Personal Organizers Brasil – Como foi?

Então gente, demorei mas escrevi tudinho aqui sobre a Conferência de Personal Organizers que aconteceu no penúltimo final de semana (dia 13/06/2015) em SP, no Hotel Maksoud Plaza. Estava bem enrolada essa semana, mas quis fazer um post bem completo.

Esse é o segundo evento em forma de Conferência que acontece aqui no Brasil (tivemos 2014 e 2015) e sempre em SP. Já tivemos eventos menores com modelos diferenciados, como o Café com Poás (meu e de minhas amigas queridas) que aconteceram no RJ e em SP, mas nessa proporção de Conferência, é só esse mesmo.

Nesse evento contamos com cerca de 700 pessoas interessadas em organização, desde Personal Organizers já atuantes no mercado até arquitetos, decoradores ou pessoas que pensam em entrar no ramo ou querem conhecer um pouco melhor o “nosso mundinho”.

Obs (pra começar logo o texto): algumas fotos não foram tiradas por mim, peguei em sites das amigas Personal Organizers, no Facebook e no Instagram de outras também. A intenção é apenas mostrar com a maior riqueza de detalhes possível como foi a Conferência. Se alguém se sentir ofendido por ver sua foto, é só me falar ok? Sem “mimimi” por favor. 

Assim que cheguei, encontrei a amada, idolatrada, salve salve (chega, senão as outras ficam com ciúmes kkk) Adriana Saade! Oh nós aí!

eu e dri

Bom, foi um evento que durou o dia inteiro e tivemos:

- Palestra com a Personal Organizer Helena Alkas – compartilhando estratégias para atrair clientes: ela mora e atua em San Diego e veio contar um pouco sobre sua experiência. Como ela começou e quais as estratégias que utilizou para atrair os clientes certos. Falou um pouco sobre Google Adwords, Facebook Ads, Email marketing e outras ferramentas de mídias sociais que precisamos conhecer;

helena

 

- Cases de Sucesso com a mediadora Cristiane Belfiore: algumas profissionais contaram seus casos de sucesso para o público. Tivemos as histórias de: Tadeu Mota (nosso querido Organizador que está sendo super bem recebido entre a mulherada rsrs), Rafaela Oliveira (blogueira e personal organizer do site organizesemfrescuras.com, que é o maior sucesso entre o público que gosta de organização), Priscila Moya (Personal Organizer que morou fora do Brasil durante muito tempo e, devido às várias mudanças físicas em sua vida, hoje assessora os expatriados, mudanças de vida e adaptação multicultural), Elaine Yamaguchi (Personal que hoje trabalha bastante com a parte pós-funeral. Muito difícil, diga-se de passagem, pois lidamos com famílias extremamente abaladas pela perda de um parente) e Adriani Gonçalves (Personal que contou como com muita garra descobriu a profissão de Personal Organizer e ganhou até prêmios culturais).

cases

- Mais uma palestra, digamos, motivacional, com a querida Micaela Góes: Ela foi contar como começou, como são os bastidores do Programa Santa Ajuda (GNT) que ela apresenta já há alguns anos e acaba sendo nossa referência aqui no Brasil em termos de programas de organização. Ela mostrou várias fotos e vídeos interessantíssimos dos bastidores e contou sobre os programas que acabaram “não dando certo”, porque afinal, toda vitória é feita com algumas pedras no caminho. Como sempre, deixou o público bem empolgado e “sofreu” na fila de fotos (que devia ter umas 697 pessoas rsrs), mas não desceu do salto e nem tirou os cílios! Nunca! 

micaela

 

Almocinho básico (em que a foto ficou uma porcaria! mas as companhias eram ótimas!! hahaha):

FullSizeRender (2)

 

 Voltamos com:

- Painel Pergunte ao Personal Organizer, com a mediadora Helena Alkas: tivemos as queridas Ana Ziccardi, Claudia Pilli, Vera Corradi e Renata Muniz. Elas responderam com muita sabedoria sobre perguntas à respeito de cobranças e formação de preço, de como negociar com o cliente, perguntas sobre mudanças residenciais, sobre laboratórios, desapego, capacitação, reputação e algumas outras perguntas que todas (começando ou já atuando há algum tempo) acabam tendo.

pergunte a personal

Hora do Networking e de visitar alguns stands. Conhecer produtos novos, rever velhos amigos e gente que nos inspira, fazer novos amigos e patrocinadores, além de ganhar o carinho de algumas pessoas que acompanham meu trabalho:

Como o evento era de um dia inteiro, apesar de muuuitos assuntos interessantes, todo mundo fica cansado. Mas aí, teve uma dinâmica/stand up comedy com o Fábio Lins. Eles fizeram várias esquetes sobre Personal Organizer, mas também sacanearam bastante o fato de termos (ainda) poucos homens no mercado e no evento. Tínhamos poucos homens e somente 1 solteiro (isso mesmo!). Resolveram pegar o rapaz pra “cristo” kkk. No vídeo abaixo você vê o momento em que eles pediram que as mulheres fizessem uma ÔLA e que jogassem energias boas para ele, e ele receberia isso e jogaria pro universo…Olha rapá, é cada uma!! ahahhaha

- Palestra sobre Produtividade com Christian Barbosa: Ele é autor de um dos best sellers de produtividade e organização, o livro “A tríade do tempo”. Dono de várias empresas relacionadas à produtividade, Christian falou com excelência sobre como sermos mais produtivos e menos ocupados. Entendeu?!

Além disso, fez um ótimo paralelo com nossa profissão, falando inclusive sobre o valor do seu tempo/hora. Veja um trechinho que gravei abaixo:

- Palestra sobre Empreendedorismo e Marketing Digital, com Conrado Adolpho: já chegou conquistando a galera chamando todas de bonitas e excluindo os homens. Esperto o moço! kkk Bom, ele é especialista em marketing e vendas e colocou isso bem direcionado pro nosso mercado. Falando sobre como não vendemos serviços para organizar, vendemos tempo, produtividade, qualidade de vida, efetividade…enfim… Você usa o nome Personal Organizer, mas na verdade a pessoa quer tudo que uma profissional dessa pode oferecer. Você não tem que vender o serviço, você tem que vender o que a pessoa quer: tempo com sua família, tempo pra cuidar dela mesma, enfim…

conrado

- Palestra com a coach Malu Monteiro, lidere sua carreira e surpreenda o sucesso:  ela fechou o evento falando sobre motivação, que é essencial para a prosperidade dos negócios. Falou bastante sobre você não focar nas incertezas. Você tem que acreditar que esse é o melhor momento, o melhor trabalho. Agradeça tudo: agradeça porque amanhã é segunda-feira, agradeça porque tem mais uma semana pela frente, enfim…você normalmente para de pensar negativamente quando encontra seu propósito de vida. A vida é feita de escolhas, fazemos escolhas todos os dias, não existe a certa ou a errada. São as escolhas que possibilitam que essa “estrada”seja nossa, somente nossa.

Dica dela: todos os dias temos 24h para fazer diferente! 

malu

Bom gente, foi bem interessante, muita coisa legal foi dita, adorei encontrar as pessoas que só conhecemos pela internet, adorei encontrar os velhos amigos e ano que vem tem mais.

Claro, fotinho final com uma galera… rsrsrsrs

nos tudo

Alimentação saudável x crianças x vida desorganizada

Já que esse dias eu falei sobre alimentação saudável, nós sempre lembramos das crianças né? Afinal, é de pequeno que se aprende. Quando não aprendemos, temos que corrigir quando adultos.

Pois é, na semana passada a apresentadora Bela Gil (que apresenta no canal GNT o Bela Cozinha) foi altamente criticada por ter colocado uma foto da lancheira escolar da filha cheia de coisas saudáveis.

Acredito que as pessoas criticam por muitas razões, e uma delas é inveja: a inveja de não conseguir fazer a mesma coisa para seus filhos e ter optar por alimentos mais industrializados. Talvez seja somente falta de organização. Se você reparar bem, a vida saudável que ela leva exige muita organização. Eu, sinceramente, tenho inveja, mas não critico, simplesmente tiro meu chapéu pra ela! ;)

lancheira

Lendo um pouco sobre isso, achei esse texto abaixo, no site da Monica Souza do blog Cozinha Consciente e resolvi colocá-lo aqui pois concordo com cada palavra. ;)

Na semana passada, a apresentadora e nutricionista Bela Gil postou em uma rede social uma foto da lancheira escolar que havia preparado para sua filha, uma linda menina cheia de vida que deve ter em torno de 5, 6 anos.

Na foto se via banana da terra descascada e picada em rodelas, batata doce cozida, granola e uma garrafinha com água.

A moça foi bombardeada com todo o tipo de crítica e piadas por suas escolhas alimentares. Agora é assim, se você faz escolhas conscientes, é radical, extremista e motivo de chacota.

Os comentários ridicularizavam as escolhas de Bela. Iam desde sugestões de produtos industrializados até a certeza de que a menina sofre bullying na escola.

É de causar espanto que as escolhas alimentares de uma mãe consciente sobre alimentação possa despertar tanta celeuma.

A Bela Gil não precisa de defesa. Tem suas convicções alimentares bem estabelecidas. Deve mesmo é estar se divertindo diante da polêmica em torno da maneira com que cuida da merenda escolar da filha.

Mas fica a oportunidade de discutir sobre educação alimentar.

Nós perdemos a conexão com a comida de verdade, integral, sem processamento. Não sabemos mais fazer escolhas, porque a quantidade de opções ofertadas é infinita.

Terceirizamos essa tarefa para a indústria alimentícia, que é especialista em nos fazer pensar que os produtos dela são mais práticos e mais gostosos. Se você quer entender melhor como a indústria faz para tornar a comida mais atraente e palatável, você precisa ler este texto: É impossível comer um só? ).

A filha da Bela Gil foi educada desde cedo com o padrão alimentar da mãe.  Provavelmente os bolos e biscoitos industrializados, os sucos de caixinha, soam totalmente estranhos ao paladar dela, tão acostumado com os sabores naturais dos alimentos.

Ela é uma criança, e, como tal, deve sim ser submetida à educação que seus pais julgam ser adequada. Não nos cabe nenhum julgamento.

Triste seria se seus educadores fossem as propagandas de TV, recheadas de produtos pensados para atrair sua atenção. E cheios de nada, com excesso de sal, gordura ruim e açúcar.

Crianças precisam ter contato com alimentos integrais (não processados). Isto é importante para o desenvolvimento do seu paladar, para que elas aceitem mais facilmente os alimentos nutricionalmente densos.

As lancheiras escolares são escolhas diárias e devem sim ser bem pensadas. Totalmente diferente das festinhas de aniversário, dos finais de semana na casa do amiguinho ou as férias na casa da avó. Aí sim a criança pode experimentar (se quiser) outros alimentos menos densos. O que faz diferença são as escolhas alimentares que fazemos na maior parte do tempo.

Não é natural achar que a pequena sofre de bullying, e nem aceitável alguém ser ridicularizado por comer de forma saudável.

Fica o convite para que você que está lendo agora aprenda mais sobre alimentos ultraprocessados, qual o impacto do consumo exagerado em nosso organismo e também as influências da indústria de alimentos na degradação do meio ambiente. A partir do momento em que se começa a entender estes efeitos, perpetuar o erro simplesmente porque é gostoso, porque todo mundo come, porque comeu até hoje e não morreu, torna-se uma escolha que você pode não fazer mais.”

Página 1 of 912345...Última »

Advertise

Publicidade

Follow Me on Pinterest

Minicurso de organização

Seja Personal Organizer

Seja uma personal organizer de sucesso. Conheça nossos cursos em www.sejapersonalorganizer.com.br

Parceiros do site

logo.frame.video.v1.texto.branco.rosa.fw

Personare_Logo

 logo

 

Navegação